Tatuagem nos olhos podem prejudicar a saúde e até causar cegueira

tatuagem nos olhos
Ultimamente temos visto que o mundo da tatuagem cresce cada vez mais e, hoje em dia, já é possível tatuar a esclera. A arte é originária dos Estados Unidos e é conhecida como “Eyeball Tattoo” (Tatuagem nos Olhos), no Brasil a técnica ainda não está no auge, porém alguns tatuadores brasileiros já oferecem a técnica.

A técnica pode causar riscos à saúde dos olhos. O oftalmologista Alfredo Tranjan, disse que, a técnica de tatuagem nos olhos baseia-se em, injetar a tinta entre a esclera (parte branca dos olhos) e a conjuntiva, uma espécie de “tela” que recobre a esclera.

É uma decisão individual, entretanto há riscos que devem ser considerados. Ainda não existe um estudo científico declaratório sobre os tóxicos presentes na tinta. Entretanto, existe um relato de um caso em que a tinta foi para dentro do olho do cliente, talvez por uma microperfuração ou por um afinamento da esclera”, conta o especialista.

Trajan diz também que, pode acontecer de o tatuador injetar uma quantidade de tinta excessiva no olho, e isso pode ocasionar a uma pressão ocular, que pode resultar em glaucoma e cegueira. Além disso, outro risco relacionado é que a tinta pode causar uveíte, que é uma infecção na íris (parte colorida dos olhos), por ser muito sensível.

O Dr. Alfredo, ainda explica que a medicina não realiza o procedimento de pigmentação do branco dos olhos (esclera) porque é um método agressivo aos olhos e, além de tudo, pode prejudica à saúde. “É algo estético, não vale a pena correr essa série de riscos”, explica.

Entretanto a oftalmologia oferece uma técnica de coloração da córnea, para pacientes que sofreram algum tipo de lesão na pupila e/ou na íris, tais como traumas, queimaduras químicas ou térmicas, perfurações, ou para pessoas que nasceram sem a íris ou com a pupila branca (que normalmente é colorida), explica Trajan.

LEIA:  Peelings químicos um método para remoção de tatuagem muito eficaz

“Para estes casos, geralmente, indicamos que o paciente utilize lentes de contato estéticas, coloridas, para preencher a ausência de pigmento. Mas, ainda sim, existem aqueles que preferem pigmentar a córnea”, disse o médico. “Quando o paciente já perdeu a visão o processo de pigmentação da íris ou pupila pode ser feito, pois não irá interferir em absolutamente nada”.

“O médico realiza o procedimento de pigmentação através de uma agulha, são feitos microfuros na córnea e passando o pincel com a tinta, a tinta é a base de prata, que não é tóxica. Com o passar do tempo, as células se regeneram e a tinta acaba perdendo a cor, isso faz com que o paciente precise refazer a pigmentação. Por esse motivo indicamos e preferimos que o paciente use as lentes”. explica o oftalmologista.

O Dr. Alfredo Tranjan, alerta ainda sobre os cuidados com as condições que o método é feito. “Assim como qualquer outro procedimento estético, é necessário haver um processo completo de assepsia e cuidados. Como sempre, não há a possibilidade de realizar um tratamento “agressivo” como este sem seguir as regras de segurança”.

Se mesmo assim você tem interesse de realizar o processo, saiba que o procedimento de tatuagem nos olhos pode ser encontrado e realizado nos studios de tattoo em todo o mundo. Porém, procure um profissional qualificado para a realização do procedimento, pois é sua saúde que está em jogo.

Tatuagem nos olhos podem prejudicar a saúde e até causar cegueira
Gostou? Então Vote!