Removendo tatuagem a laser com 5 Técnicas infalíveis encontradas no Brasil

Removendo tatuagem a laser. No Brasil temos 5 técnicas eficientes que já estão sendo usadas. Muitas pessoas fazem tatuagem e com o passar do tempo algumas decidem apagar definitivamente o desenho que está riscado em seu corpo. Para suprir essa necessidade,  empresas tecnológicas estão desenvolvendo a cada dia muitos produtos e técnicas para que a remoção da tatuagem seja feita de um jeito fácil e seguro. Se você deseja remover tatuagens, neste post você vai encontrar cinco formas de tirar sua tatuagem da pele a laser rapidinho.

A técnica mais utilizada para estes processos de remoção, são a laser. Mas isso não quer dizer que sejam as únicas, podem ser feitos cirurgias, técnica Dermoabrasivas e utilizar os diversos cremes que removem tatuagens disponíveis no mercado. Lasers são os mais eficazes nesse tipo de tratamento, pois penetram na pele e “quebram” o pigmento da cor. Mas, é importante lembrar que este processo é um tratamento a longo, doloroso e caro.

Removendo tatuagem com lasers

Os lasers para remover tatuagem trabalham através de feixes de luz intensos e específicos para cada tipo de pigmento, ou seja, para cada gama de cor, um comprimento de onda diferente. Quando aplicado, o laser tem como objetivo chegar ao pigmento da tatuagem e fragmentá-lo em partículas minúsculas. Dessa forma o sistema imunológico do paciente absorve o pigmento e elimina-o naturalmente.

Algumas tintas são mais fáceis de serem absorvidas e removidas, como o preto e o azul. Já cores claras como amarelo, verde e tintas fluorescentes são mais difíceis de remover, mas não impossíveis. O tratamento a laser para remoção de tatuagem é muito seguro e eficaz nos resultados. Leia também: Como remover tatuagem colorida ou tatuagem preta

LEIA:  Conheça os fatores que determinam o sucesso na remoção a laser de uma tatuagem

O tempo de tratamento para a remoção completa da tatuagem varia de acordo com o tamanho da área pigmentada, as cores utilizadas e também do profissional que realizou o trabalho. Lembrando que, o tratamento pode causar ardor, mas podem ser controlados com cremes e anestésicos locais, porém, podem causar mitigação ou escurecimento da pele tratada, após algum tempo a pele volta a seu estado normal.
Removendo tatuagem com 5 Técnicas a laser

Quais os melhores laser para remover tatuagem

Há diversos tipos de lasers no mercado, sendo assim, o profissional a realizar a remoção da tatuagem irá avaliar a pele, e após essa avaliação, é que será decido qual o melhor laser para seu tratamento.

1. Remoção de tatuagem com Laser Passivo:

Este tipo de procedimento é o mais barato que há, quando o assunto é remoção de tatuagem. A desvantagem neste tipo de técnica é que: a tatuagem não é removida definitivamente, ou seja, não ira desaparecer completamente. Os Lasers Passivos podem ser encontrados em diversos estúdios de tatuagem e até mesmo em salões de beleza.

Por você não saber quais são as diferenças entre um Laser Passivo e um Laser Ativo, fique atento quando se deparar com salões e estúdios oferecendo técnicas de remoção a laser. Você poderá pagar por um serviço (Ativo) e receber outro (Passivo), e não ira gostar dos resultados. Lasers Passivos, não removem completamente a tatuagem.

2. Remoção de tatuagem com Laser Ativo:

A melhor técnica para estar removendo tatuagem da pele definitivamente, é utilizando os Lasers Ativos (Q-switched), esses tipos de lasers “quebram” os pigmentos da tinta em partículas minúsculas, para que assim os glóbulos brancos (presentes no nosso sistema imunológico) consigam elimina-los facilmente e a tatuagem seja removida.

LEIA:  Laser Spectra inovando o tratamento de remoção de tatuagem

O sistema imunológico é o grande pivô desse tipo de técnica de remoção de tatuagem. Vale lembrar que este tipo de remoção podem causar pequenos efeitos colaterais, como ardor na região aplicada e vermelhidão. Mas, no final você terá um resultado satisfatório.

3. Laser Q-switched Ruby:

O Laser Q-switched Ruby (694 nm, 40-80 nanossegundos) foi utilizado nos primeiros procedimentos para remover tatuagem. E estudos comprovam que o comprimento da onda utilizada no Laser de Ruby é eficaz na remoção dos pigmentos mais escuros com preto e azul. Cores claras como amarelo, verde e vermelho, o laser Q-switched Ruby não é capaz de remover.

4. Laser Q-Switched Nd-YAG:

A grande vantagem que o Laser Q-Switched ND-YAG (1064 nm, 10 nanossegundos) leva sobre demais lasers é: o Laser ND-YAG utiliza cristais de fosfato de potássio titânio em sua onda, isso faz com que a frequência e o alcance do feixe de luz dobrem. Ou seja, se comparado a outros lasers o ND-YAG pode penetrar nas camadas mais profundas da pele tirando quase todas as cores de tintas. O laser ND-YAG remove com eficiência tintas escuras como azul, cinza e preto, além disso, o laser pode ser utilizado também para estar removendo tatuagem com pigmentos amarelo, laranja e vermelho.

5. Laser Q-Switched Alexandrite:

O laser Q-Switched Alexandrite (755 nm, 100 nanosegundos) é eficaz na remoção de pigmentos mais escuros da tatuagem, ou seja, o preto e azul. Além disso, também é utilizado para remover pigmentos verdes. Neste caso, principalmente o verde, uma vez que, estes pigmentos são deixados pra trás com qualquer outro laser.

Em cores claras o laser Alexandrite não demonstra muita eficácia. Em pigmentos escuros o resultado do laser Alexandrite é surpreendente, estudos mostram que em 8-9 sessões o paciente já tem 95% da tatuagem removida da pele.

LEIA:  4 razões pelas quais o laser PicoSure pode não ser a melhor opção para seu tratamento

Procure sempre saber mais sobre os procedimentos atuais para não ter medo de remover tatuagens da pele e ficar com algo desenhado sem nem ao menos gostar

Removendo tatuagem a laser com 5 Técnicas infalíveis encontradas no Brasil
1 vote