var trackScrolling=false; var trackScrollingPercentage=false; var ScrollingPercentageNumber=35; var stLogInterval=10*1000; var cutOffTime=900; var trackNoEvents=false; var trackNoMaxTime=false; var docTitle='Piercing Microdermal – É doloroso? Como é feita a aplicação?'; Skip to content

Piercing Microdermal – É doloroso? Como é feita a aplicação?

Piercing Microdermal

Quem é amante de piercings e modificações corporais, com certeza já ouviu falar do piercing microdermal. Ele é uma das mais recentes tendências do mundo piercing e já está sendo bastante comentado entre clientes e profissionais. Talvez pelo nome em si você não o reconheça, mas logo saberá do que estamos falando.

A tendência dos piercings cresce a cada dia e os profissionais do ramo estão sempre inovando e buscando novos métodos para perfurar o corpo. O piercing microdermal é um tanto diferente dos piercings que você já está habituado a ver por ai, e você vai entender logo abaixo.

Para saber o que é o microdermal, como ele é colocado na pele, se é um procedimento doloroso e todas as informações sobre a técnica, continue a leitura do texto. Explicaremos tudo para você!

O que é o microdermal?

O piercing microdermal é um piercing que pode ter um ponto só ou dois, em alguns casos. Ele se diferencia dos demais piercing porque normalmente os piercings possuem uma entrada e uma saída, no caso do microdermal temos apenas uma ponta, causando um furo na região.

Pode soar estranho, afinal como é que um piercing de apenas um furo fica preso na pele? Ele deveria entrar por um lado e sair por outro como todos os outros. Porém ao ver como é uma joia de piercing microdermal logo será possível entender como ele funciona. Ele foi desenvolvido exatamente para ser um piercing de um furo só.

É colocado uma peça dentro da pele e a pedrinha do piercing será a parte que ficará visível. A peça que fica escondida dentro do corpo é chamada de “âncora” e nela possuem pequenos buracos que tem a intenção de fazer com que a pele cresça através deles e fixe o piercing à pele. Assim como qualquer outro piercing, há chances de o seu corpo rejeitar o objeto, todavia é um piercing muito bonito e elegante e dependendo da região em que é colocado pode mudar completamente o visual do usuário.

Piercing Microdermal dói?

A verdade é que colocar o piercing microdermal dói. Para ter o piercing na pele é necessário realizar um corte na pele (você entenderá a fundo logo a seguir). Não custa nada “sofrer um pouquinho” para realizar um sonho e ter um piercing que dará outro visual para você, não é mesmo?

Contudo, para não ter o seu sonho jogado por água abaixo e sofrer grandes consequências, antes de mais nada, é preciso encontrar um bom estúdio, que seja de sua confiança e que realize o trabalho com segurança e com os devidos cuidados.

Quanto mais rápido o procedimento ser finalizado, melhor será o resultado, e menos dor você sentirá, afinal, como existe a necessidade de cortar a pele, a maioria das pessoas não conseguem segurar a dor por muito tempo sem o uso de anestésicos.

Além disso, todos os materiais dever ser esterilizados e os descartáveis devem ser jogados fora logo após o término do procedimento. Em hipótese alguma aceite que a pessoa que irá realizar o furo utilize utensílios já usados em outra pessoa. Isso pode acarretar em uma série de problemas, inclusive doenças.

Preço do Microdermal

Para ter um piercing microdermal em sua pele você precisará desembolsar entre R$100,00 e R$200,00. Como você pode imaginar o processo de implantação do piercing não é nada fácil e, além disso, muita das vezes é necessário importar a peça de outro país.

Sendo assim, desconfie de estúdios de piercing e tatuagem que cobram valor menores dos que citamos acima. Você precisa entender que o preço do piercing microdermal precisa envolver o material usado, os materiais de higienização e esterilização, o material da joia do piercing a ser colocada e também o trabalho feito pelo profissional.

Portanto, desconfie de lugares que cobram valores inferiores aos que estão aqui. Afinal, o preço precisa englobar o material a ser utilizado, os materiais de higienização e esterilização, a joia a ser colocada, além de, é claro, a mão de obra.

Quais jóias podem ser colocadas?

A diversificação das jóias que podem ser encontradas é gigantesca, e a melhor notícia é que você não precisa remover a âncora dentro da pele para trocar de joia, basta desrosquear e remover a pedra e rosquear a nova. Você pode encontrar as jóias microdermal em lojas físicas em diversos estúdios no Brasil e uma infinidade de opções pela internet.

colocar Piercing Microdermal

Como o microdermal deve ser colocado?

Piercings tradicionais como no nariz ou no umbigo são colocados na pele através de agulhas, já no microdermal pode ser usado agulhas, bisturis e punchs. O punchs é o instrumento mais recomentado para aplicação do piercing microdemermal, no entanto, não são todos os estúdios que utilizam essa ferramenta. Geralmente, no Brasil, os profissional optam usar agulhas e bisturis.

O tempo de cicatrização do microdermal e de cerca de 3 meses, metade do tempo necessário para a cicatrização de um piercing mais conhecido, que pode chegar a até 6 meses ou mais. Você pode aplicar o microdermal em qualquer lugar do seu corpo, seja no rosto, peito, braço, mão, enfim…

Como já citamos acima o procedimento é bastante simples, principalmente se você encontrar um estúdio que dispõe da ferramenta punchs. Com o punchs o microdermal é inserido em apenas 2 minutos, e praticamente a aplicação não dói. Contudo, é necessário encontrar um estúdio e um profissonal qualificado. A experiência para as pessoas que necessitam remover um piercing mal colocado é extremamente ruim.