Peelings químicos um método para remoção de tatuagem muito eficaz

Peelings químicos: Mais um método eficiente para remoção de tatuagem. Há diversos motivos para desistir de uma tatuagem feita em alguma parte do corpo, isso pode acontecer depois de anos ou poucos meses após a tatuagem ter sido feita. Os motivos que à levaram uma pessoa fazer o desenho na pele podem mudar com o tempo.  Dessa forma, a tatuagem acaba se tornando algo inadmissível ou constrangedor, então, a decisão de removê-la surge.
peelings químicos

Peelings químicos e a Estrutura de uma tatuagem

Encontramos diversas técnicas e métodos que são utilizadas para remoção de tatuagem simples ou complexas, como remoção à laser, dermoabrasão e muitas outras. E dentre tantas técnicas, encontramos os peelings químicos. Veja também: Como remover tatuagem sem laser, sem dor e sem sofrimento.

Antes de tomar qualquer decisão de qual peeling químico utilizar para remover a tatuagem de sua pele, é importante que você saiba como é a estrutura da sua tatuagem. Basicamente, o tatuador injeta os pigmentos de tinta na derme, camada mais profunda da pele. Devido a isso, a descamação natural da pele e o nosso sistema imunológico não conseguem expulsar estes pigmentos sem uma pequena “ajudinha”.

Portanto, qualquer procedimento para remoção de uma tatuagem deve penetrar profundamente na pele, até que não se encontre mais esses tais pigmentos. A maioria das pessoas, optam pela remoção a laser, entretanto os peelings químicos vêm se mostrando muito eficaz no tratamento.

Peeling com ácido tricloroacético (ATA)

O Ácido Tricloroacético (ATA) é extremamente ágil em proporcionar descamações de diferentes profundidades da pele, ou seja, as camadas superiores da pele são removidas pelo ácido, até que se alcance a camada onde se encontram os pigmentos da tatuagem. Uma matéria do “South African Medical Journal”, afirma que o peelings químicos utilizando ATA é capaz de remover 100% dos pigmentos de qualquer tipo de tatuagem, independente das cores e do tamanho.

LEIA:  2 Formas de remoção de tatuagem: com profissionais ou remédios alternativos

O ácido deve ser aplicado sobre a superfície da pele tatuada, e deve ser deixado ali agindo por cerca de cinco minutos. Isso fará com que ocorra uma inflamação na superfície da pele. Logo após, ocorre o processo de descamação da pele e os pigmentos que se encontram nas camadas abaixo sobem em direção a superfície para repará-los. Este tratamento deve ser realizado uma vez a cada sete semanas, o tempo necessário para cicatrização.

O tempo que irá levar e quantas vezes esse tratamento será repetido não é algo fácil de se deduzir, pois irá depende do tamanho da tatuagem que você deseja remover, a sua capacidade de cicatrização, as reações causadas pelo ácido em sua pele e etc. Porém, quando o desenho sumir completamente você saberá que acabou o tratamento.

Peeling Químico de Fenol

O ácido Fenol é o mais poderoso utilizado nos peeling químicos para remover tatuagens. O tratamento utilizando este tipo de ácido, tendem a ser dolorosos, porque em sua primeira aplicação sobre a pele, o ácido já alcança as camadas mais profundas. O tratamento dura cerca de dez minutos e o processo de cicatrização leva algumas semanas.

Desvantagens do peeling químico

Assim como o laser, o tratamento com a utilização de ácidos, também, apresenta algumas desvantagens e as principais, são: o clareamento permanente da pele em pessoas de pele mais escuras e pode deixar cicatrizes, em alguns casos, quelóides. Causa muito desconforto, para que seja minimizado a dor, é necessário tomar alguns comprimidos anestésicos.

A vantagem é que a tatuagem é removida em apenas uma aplicação (dependendo do tamanho).

Peelings químicos um método para remoção de tatuagem muito eficaz
3 votes