Skip to content

Melhores máquinas de tatuagem para tatuadores profissionais

Melhores máquinas de tatuagem

Pretende abrir um estúdio de tatuagem? Sabe quais máquinas de tatuagem estão disponíveis no mercado, seu custo, para qual função cada uma funciona e quais tecnologias usa? Bem, esse será o tem de nosso artigo de hoje, fique ligado e saiba tudo!

Em uma linguagem mais simples e direta podemos dizer que as máquinas de tatuagem serão diretamente responsáveis pelos processos de desenho em peles. E são muitos os tipos distintos de máquinas já criadas. Algumas delas são usadas na atualidade e executam tarefas distintas.

É importante que o profissional na área tenha o domínio sobre cada uma das máquinas e suas melhores aplicações. A seguir vamos falar sobre algumas máquinas disponíveis e quais são suas funções. Confira!

Tipos de máquinas de tatuagem

Máquinas de Tatuagem de Bobina

Nos dias de hoje essa é a máquina mais usada do mercado, logo, provavelmente se for fazer uma tatuagem, irá se deparar com uma destas. Esse tipo de máquina usa um circuito eletromagnético para fazer o agrupamento da agulha em sua estrutura.

Essa máquina apresenta algumas varições no mercado. A máquina de bobina simples, dupla e tripla são exemplos. Sendo a segunda a mais usada. Cada uma possui diferentes tamanhos, estruturas e substâncias em sua composição.

Máquinas de Tatuagem Shader

Essa máquina é muito usada por profissionais da área para o destaque de sombras pretas ou escuras, de forma geral. Porém é bem verdade que nos dias de hoje outras tonalidades tem ganhado espaço nessa máquina.

A distância de contato entre a estrutura da máquina e a pele da pessoa tatuada e maior que a máquina com revestimento. Esse fator faz com que os ciclos da agulha da tatuagem sejam mais lentos que o convencional. Assim, alguns profissionais preferem usar essa máquina pois consegue “marcar” a pele com um número reduzido de traumas.

Liner Tattoo Machine

Ou também conhecida como Máquina Liner, esta máquina tem o propósito de, a partir de uma linha, considerada dominante, colocar a tinta na pele da pessoa. Sua estrutura realiza um curto circuito de contato que proporciona a máquina um giro rápido, executando assim, a tarefa.

Combinação da Liner com a Shader

Enfim, temos uma máquina que consegue fazer a combinação destas duas técnicas. Isso é possível pois o funcionamento mecânico delas é bem parecido. Assim sendo possível criar uma máquina capaz de intercalar o seu funcionamento.

Portanto, é possível fazer a retirada da agulha de liner e colocar a agulha do shader, e vice versa. De acordo, claro, com as necessidades do tatuador. Que por sinal, passa a ter uma “vida mais fácil” tendo uma máquina que consegue trabalhar duas técnicas.

Rotary Tattoo Machine

Essa máquina foi inventada por Manfred Kohrs, na Alemanha, ainda em 1978. Ela foi uma das máquinas de tatuagem com estrutura mecânica 100% baseada na tecnologia rotativa. Ou seja, ela é inspirada na máquina de tatuagem de Samuel O’Reilly, a primeira a usar de tal tecnologia. Ele faz uso de um motor elétrico para acionar todas as agulhas.

Máquina de Tatuagem Pneumática

No ano de 2000, Carson Hill resolveu inovar no ramo e criou a primeira máquina de tatuagem pneumática. Sua estrutura é bem diferente das máquinas de tatuagem criadas anteriormente, aqui nós temos uma alimentação toda realizada a partir de um compressor de ar. Sendo assim uma máquina extremamente leve.

A movimentação das agulhas para baixo e para cima ocorre justamente pela alimentação realizada a partir de ar pressurizado. Vale destacar também, que essa máquina pode ser colocada em autoclave sem a necessidade de qualquer desmontagem.

Leia também:

Cuidado com as máquinas de tatuagem falsas

Precisamos ter muito cuidado ao comprar algumas máquinas de tatuagem, principalmente se elas forem adquiridas pela internet. Algumas são duplicadas, ou seja, são “piratas”, por assim dizer. Essas peças são geralmente produzidas por pessoas que não possuem um conhecimento adequado no ramo. E levando em consideração que essas máquinas são de construção caseria… bem, o resultado é muito ruim.

Motores de baixa voltagem costumam ser usados. Assim, é bem comum ter problemas relacionados a rotatividade, por exemplo. Estas por sinal, são as mais duplicadas no mercado. Além do motor, materiais bem arcaicos são usados em sua construção, como escovas de dente, caneta e até a substituição de agulhas por clipes de papel. Dadas as diferenças, não é nem um pouco complicado perceber uma máquina falsa de tatuagem.

Conclusão

Espero que esse texto tenha te ajudado a tirar dúvidas sobre as máquinas de tatuagem mais usadas recentemente e os cuidados necessários em sua compra. Permaneça em nosso blog, leia outros conteúdos como os cuidados que devemos ter para manter uma coloração viva em nossas tatuagens.