Skip to content

Laser ablativo e laser não ablativo: Conheça a diferença entre os dois tipos de ferramentas

Laser ablativo e laser não ablativo: Conheça a diferença entre os dois tipos de ferramentas

Remover uma tatuagem a laser é um dos procedimentos de remoção mais seguros e eficazes atualmente. Porém, o que poucas pessoas sabem é que existem muitos tipos de laser disponíveis para o ramo estético e cada ferramenta é direcionada para um tipo de tratamento.

Se você pretende remover uma tatuagem a laser é preciso ficar atento a qual ferramenta o profissional está usando no seu tratamento, pois não são todos os aparelhos lasers que são capazes de fragmentar a tinta da sua pele.

Estes lasers são categorizados em dois tipos: o laser ablativo e laser não ablativo. Leia o artigo e entenda a diferença entre as alternativas e saiba como identificar se o laser usado no seu tratamento será capaz ou não de remover os pigmentos da sua pele.

Diferença entre laser ablativo e não ablativo

Laser Ablativo

São classificados como ablativo toda forma de procedimento estético a laser que promove a obstrução superficial cutânea da pele, apenas na área a ser tratada, trabalhando em camadas mais profundas do que em outras formas de tratamento e resolvendo de modo mais preciso os problemas de cada cliente.

Desse modo, o laser ablativo é designado para tratar cicatrizes de ferimentos comuns, cicatrizes de acnes, linhas de expressões, rugas, tumores benignos e até remover tatuagem. Ainda que o tratamento consiga atingir as camadas mais profundas e com maior precisão, é um tratamento seguro e não oferece risco de queimar a pele do paciente.

Quem se submete a realizar qualquer tratamento utilizando o laser ablativo, deve ter a consciência de que será necessário a aplicação de uma anestesia local ou, em alguns casos, uma anestesia geral. Além disso, é preciso que o paciente fique em repouso durante algumas horas no hospital ou em casa, dependendo do processo.

A passagem do laser sobre a área a ser tratada no procedimento ocasiona em dor, inchaço e vermelhidão, e para que estes efeitos colaterais melhorem é necessário o uso de pomadas e ingerir alguns remédios durante alguns dias. Já as anestesias demoram cerca de vinte quatro horas para perder completamente os seus efeitos.

Durante os próximos dias, no processo de cicatrização, você notará que na região tratada irão se formar crostas de cor marrom que vão descascando sozinhas e darão espaço para uma nova pele.

Laser Não Ablativo

São classificados como não ablativo toda forma de procedimento estético a luz pulsada que através de uma onda de luz atinge as camadas mais superficiais da pele. Resolvendo de um modo mais superficial e amplo os problemas de cada cliente.

Desse modo, o tratamento estético de luz pulsada é designado para tratar linhas de expressão, acnes, manchas, rugas e vasos, devolvendo o viço, a textura e a uniformidade da tonalidade da pele. Você também pode encontrar outros aparelhos de luz pulsada, tais como, a rádio-frequência e o foto-rejuvenescimento, nestes aparelhos a recuperação é instantânea.

Para esse método de tratamento de pele com laser não ablativo a luz pulsada, o paciente não precisa ser anestesiado com nenhum tipo de anestesia e, também, não precisará ficar em repouso durante o dia, ou seja, assim que o tratamento acabar o paciente pode retomar suas atividades rotineiras normalmente.

O paciente que se submeter a este tratamento, sentirá apenas um leve incomodo ou ardência durante a passagem do laser sobre a área. Não há efeitos colaterais posteriormente e não é necessário que o paciente tome remédio ou passe algum tipo de pomada sob o local. Considerando que a recuperação será instantânea, não é necessário que o paciente vá acompanhado por um amigo ou familiar.

Assim que o pico do aparelho de laser não ablativo entra em contato com a pele, a onda de luz pulsada gerada tem como prioridade atingir a pigmentação diferenciada do local que está sendo tratado e, assim, descamando a camada mais superficial da pele e tornando tudo uniforme.

O tratamento realizado com o laser não ablativo oferece ao paciente resultados satisfatórios e, além disso, sem proporcionar dor, inchaço, queimadura ou vermelhidão na área tratada.

Quem deve determinar a melhor opção (ablativo ou não ablativo) para o seu tratamento é o médico profissional que irá lhe analisar. Antes de realizar a aplicação do laser converse com o seu médico e tire todas as dúvidas. É sua saúde e pele que está em jogo, todo cuidado é pouco.

Bom, ficaremos por aqui. Se ainda houver alguma dúvida sobre a diferença entre os laser, deixe o seu comentário. Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de tudo o que acontece no nosso blog.

Laser ablativo e laser não ablativo: Conheça a diferença entre os dois tipos de ferramentas
44 votes